O que ver e fazer em Monte Verde

O que fazer em Monte Verde?

1 – Avenida Monte Verde

A principal atração do distrito é circular pela sua rua principal, a Avenida Monte Verde. A via concentra todos os restaurantes, lojas e serviços de Monte Verde.

Toda decorada com flores e com casas em estilo europeu, o centro faz referência a alguns países como Suíça (Monte Verde é conhecida como “Suíça Brasileira), Alemanha e Itália. Tudo muito charmoso.

Fique de olho por exemplo nas galerias como a Galeria Suíça, o Shopping Center Celeiro (tem um cantinho lá para ver esquilos), a Vila Europa e a Vila Germânica.

Dentro de cada uma delas existe muitos lugares para explorar além de lojas de roupas e souvenirs, como cachaçarias, cervejarias e chocolaterias.


2 – Passeios de Jeep

Como boa parte das ruas de Monte Verde é de terra, em particular as que levam até as trilhas altas, uma boa opção para desestressar é contratar um passeio de jeep.

Na Avenida Monte Verde, é muito comum encontrar várias agências oferecendo o passeio. Nós recomendamos a Nossa Viagem Turismo, do casal Camylla Pontelo e Marcos Alain. Eles oferecem diferentes opções de tours. Nós fizemos um mix de vários passeios e adoramos.

O Tour de Bike, por exemplo, é uma opção perfeita de contato com a natureza. O tour termina com um delicioso picnic na vila da Cia Melhoramentos. O lugar é de uma tranquilidade inspiradora.

Para quem não quer fazer muito esforço, dá para fazer apenas o piquenique.

O Tour Fotográfico também é uma excelente opção. O passeio inclui alguns pontos turísticos essenciais de Monte Verde, acompanhados do guia Marcos, da Nossa Viagem Turismo, que também é fotógrafo.

Durante o passeio, fotos dos turistas são tiradas e são entregues gratuitamente no final do dia. Ou seja, você paga um passeio, ganha um guia e um fotógrafo de brinde.

Para quem quer um passeio ainda mais original, o Tour Noturno é uma ótima pedida. Já imaginou fazer a trilha de noite até a Pedra Redonda, e ainda tirar lindas fotos lá do alto.

Consulte os preços de cada passeio no site da Nossa Viagem Turismo.


3 – Trilhas em Monte Verde: Parque Verner Grinberg

Para os trilheiros, a dica é visitar a APA Fernão Dias – Área de Proteção Ambiental. 

O ponto de partida é a Caixa d’Água, ao final da Avenida das Montanhas.

As trilhas são sinalizadas, mas sempre há quem se confunda. Então, para fazer as trilhas com mais segurança, é aconselhável contratar o serviço de um guia. Como já mencionamos acima, o guia também pode funcionar como um fotógrafo e tirar belos registros.

Mas o guia não é essencial para essas trilhas, exceto para o Pico do Selado. As trilhas estão bem estruturadas e sinalizadas. Algumas possuem mirantes com decks de madeira.

Nós não fizemos as trilhas por falta de tempo, então infelizmente não dá para passar a nossa experiência. Mas com certeza voltaremos para conferir.

Pedra Redonda

  • Uma das mais famosas de Monte Verde, porque é uma das mais fáceis, oferece belos mirantes e o cume plano.
  • Altitude: 1990 metros
  • Distância: 1,8 km ida e volta (1h30)
  • Nível de Dificuldade: Moderada (tem um trecho íngreme no final)

Pedra Partida

  • A Pedra Partida tem uma vista de 360 graus, de onde é possível ver até a Pedra do Baú, já no Estado de São Paulo.
  • Altitude: 2046 metros
  • Distância: 1,6 km ida e volta (3 horas)
  • Nível de Dificuldade: Intermediário

Chapéu do Bispo

  • É a trilha mais fácil e curta de Monte Verde, com um trecho íngreme no início mas que fica fácil depois
  • Altitude: 2030 metros
  • Distância: 1,3 km ida e volta (1h30)
  • Nível de Dificuldade: Fácil

Trilha do Platô

  • Esse mirante é uma continuação do Chapéu do Bispo.
  • Altitude: 1900 metros
  • Distância: 2 horas (ida e volta)
  • Nível de Dificuldade: Fácil

Pico do Selado

  • Pico mais alto do sul de Minas Gerais. A caminhada é longa e puxada, e fica na sequência da Trilha do Platô. Mais do que as outras, é importante ir com guia pois há risco de se perder.
  • Altitude: 2082 metros
  • Distância: 5 horas ida e volta
  • Nível de Dificuldade: Difícil

4 – Mirante do Aeroporto

Uma das formas de ver todos os picos de Monte Verde é através do mirante do aeroporto local. O aeroporto fica a 1600 metros de altitude e é considerado o mais alto do Brasil.

Do Mirante do Aeroporto é possível avistar toda a vila, além das Pedras Partida, Redonda, Chapéu do Bispo e Pico do Selado.

O aeroporto é bem modesto e somente para voos particulares e aeronaves de pequeno porte, mas o que importa mesmo é a vista que se tem dele.

Algumas araucárias (árvores comuns na região) compõem o cenário perfeito para fotos.

Vale também registrar uma foto nos grafites que se encontram no local. Um destaque é a pintura com asas de anjo, em que os visitantes podem se posicionar e conseguir uma bela foto.


5 – Tirolesa, Quadriciclo e Atividades de Aventura

Mas para quem pensa que Monte Verde é só ficar namorando na lareira ou comer um fondue, a surpresa são as diversas atividades radicais encontradas no destino.

Um dos lugares para fazer várias dessas atividades é o Circuito de Aventura Fazenda Radical. O circuito oferece atividades desde o passeio de quadriciclo, escalada, arvorismo, arco e flecha, slackline e até uma tirolesa infantil, de 80 metros de extensão e a 10 metros de altura.

A Mega Tirolesa é a grande atração do lugar e a maior tirolesa de Monte Verde. Na verdade são duas tirolesas, na ida são 450 metros e na volta mais 475 metros somando 925 metros. Tudo isso atingindo mais de 70 metros de altura.

O sistema dessa tirolesa é com dois cabos aéreos. A gente nota que a segurança é uma das principais preocupações da Fazenda Radical, que segue os critérios da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Para participar, o peso mínimo é de 40 kg e os usuários devem usar roupas leves e tênis (não é permitido fazer de chinelo ou tamanco). Não é permitido descer segurando celulares ou máquinas fotográficas como a GoPro, já que a descida é sobre uma floresta de mata fechada. Pessoalmente nós já tivemos um problema de um cabo extensor de GoPro que quebrou durante uma descida, então não recomendamos. Mas é permitido fixar a GoPro através de acessórios.

Preços (ref. junho/2018)

  • Mega Tirolesa: R$ 70,00 ida e volta
  • Quadriciclo (13 km acompanhado de um guia): R$ 120,00
  • Arvorismo: R$ 50,00
  • Parede de Escalada: R$ 20,00
  • Arco e Flecha: R$ 25,00.

É possível também combinar passeios e obter descontos. Consulte os valores no site da Fazenda Radical.


6 – Escola de Falcoaria

A Falcoria é uma arte milenar e uma linda interação entre o homem e a natureza. Mas confesso que de início, fiquei desconfiado. Não fui um dos primeiros a me animar em ter um gavião tão pertinho de mim. Se você também tem alguma ressalva, coloque todas de lado e aproveite.

Após acompanhar as instruções e informações do biólogo Riuvânio Rodrigues, aos poucos vou criando coragem. Após o primeiro voo do gavião, é impossível não querer participar.

Só assistir já é uma experiência e tanto, mas vestir a luva e sentir o voo preciso do gavião até pousar em seus braços é uma dessas experiências que a gente não esquece. A falcoaria é reconhecida pela UNESCO como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

Para quem não se animar com os gaviões, a interação com as corujas também é possível.

Depois da série Harry Potter, a interação com esses animais ficou ainda mais popular, mas é importante saber que na Escola de Falcoaria elas são cuidadas com respeito e nas melhores condições. As aves não podem ser tocadas nem acariciadas.

Para realizar o passeio orientado de 1 hora, que acontece no Circuito de Aventura Fazenda Radical, é preciso agendar previamente por e-mail ou whatsapp. O custo para a interação é de R$ 70,00 por pessoa. Para quer estiver somente acompanhando e não desejar interagir, não se paga nada. Mas acreditem, vai ser difícil não querer participar.

A atividade pode ser realizada por qualquer pessoa sem experiência e a idade mínima aconselhada é de 7 anos.


7 – Cervejas, Cachaças e Licores

Outro dos programas bem legais em Monte Verde é degustar cervejas e cachaças artesanais.

A Arsenal da Cerveja, na Galeria Suíça, é um desses lugares onde o arsenal é mesmo o forte do lugar. São mais de 200 rótulos, entre cervejas nacionais e importadas.

A equipe recebe treinamento e entende muito de cervejas. Vale super a pena conversar com eles sobre a história e as características de cada bebida da casa.

Conheça também a Confraria Paulistana, que fica bem em frente é um ótimo lugar para tomar cerveja e comer petiscos.

A Cachaçaria das Gerais fica no Shopping Center Celeiro, e oferece degustação e venda de sabores inusitados de cachaças e licores.

Uma das bebidas mais vendidas da casa é a Cachaça de Banana, mas há também as Cachaças de melão, maracujá, gengibre ou até de milho (uma das que fizeram mais sucesso no nosso grupo). Vale até Cachaça de Danoninho.  E a Cachaça de Quentão é perfeita para os dias mais frios.


8 – Geléias Edelweiss

Uma das atividades que adoramos foi visitar a fábrica das famosas Geléias Edelweiss, consideradas uma das melhores do Brasil.

Infelizmente a visita não é aberta ao público em geral, mas não podíamos deixar de compartilhar o carinho e cuidado que notamos na preparação das geléias pelo simpático casal formado pelo senhor Edmundo Garcia Agudo, espanhol naturalizado brasileiro (e com muita paixão pelo Brasil), e sua esposa, Isa Ramos de Queiroz.

O senhor Edmundo conta de uma forma muito divertida como uma pessoa que não gosta de doces como ele, acabou virando um especialista no preparo de geléias. O segredo está em uma geléia que não é tão doce (30% menos açucar do que as geléias convencionais), e contém pedaços de frutas.

Os ingredientes são naturais e na hora mesmo, o senhor Edmundo vai experimentando as geléias para se certificar que elas estão no grau de doçura ideal. Tivemos a oportunidade de provar um pouco delas, durante o preparo.

São 16 sabores de geléias, que vão dos mais tradicionais como a geléia de morango (que tem pedaços generosos da fruta) até frutas menos conhecidas como physallis e blueberry. Algumas frutas são de produção local e outras importadas.

Mas nem se anime em pedir a receita, pois há um aviso logo na entrada que eles não compartilham. De qualquer forma, degustar os diversos sabores e escolher o seu preferido está liberado na loja das Geléias Edelweiss. A loja fica no centro de Monte Verde, na Galeria Suíça. Eles também trabalham com vendas online.


9 – Relaxamento entre as Lavandas

Se a proposta de quem viaja para Monte Verde é curtir o clima de montanha e relaxar, nada melhor do que um espaço concebido especialmente para isso. Essa é a proposta do Lavandas na Varanda, idealizado pela terapeuta corporal Adélia Carvalho.

Adélia criou o espaço para proporcionar aos visitantes um lugar para buscar uma conexão com o próprio corpo e com a natureza. São oferecidos procedimentos terapêuticos como massagens, Reiki, banho de imersão com flores e ervas da estação, energização com cristais e escalda-pés.

O ambiente projetado é altamente convidativo para as atividades, e também oferece venda de produtos que combinam com a proposta do lugar.

A reflexologia das mãos, por exemplo, é um procedimento mais curto, de 30 minutos que custa R$ 72,00. A massagem relaxante localizada, também de 30 minutos, sai pelo mesmo valor. Já a massagem Ayurvédica dura 1h15 e custa R$ 180,00. Para agendamento e outros valores e procedimentos, consulte o site do Lavandas na Varanda.

No Lavandas da Varanda, vale a pena sentar na varanda e contemplar a bela vista do lugar ou descer até os campos de lavanda que estão sendo cultivados pelos proprietários. Os cuidados estão em cada cantinho, tornando a visita uma das experiências mais relaxantes que você pode ter em Monte Verde.


10 – Dicas de restaurantes: entre a comida mineira e o fondue

Todos os restaurantes ficam na Avenida Monte Verde ou em transversais, em excelente localização.

Comida mineira

Ir até Minas Gerais e não provar as delícias da comida mineira, é praticamente uma heresia. Portanto, uma das principais opções de restaurantes em Monte Verde (e também um dos melhores avaliados no TripAdvisor) é o Villa Amarela.

O restaurante funciona desde 2010 e oferece diversas opções gastrônomicas. Nós apostamos na comida mineira e não nos arrependemos. O Leitão a Pururuca (R$ 95,90 para 2 pessoas) estava simplesmente sensacional.

O Filet a Parmegiana (R$ 104,90 para 2 pessoas) possui uma deliciosa cobertura de queijo gratinado. Para quem não come carne, uma boa aposta é a Truta com Siri Gratinada (R$ 59,90 individual). Mas fique ligado para as promoções, oferecidas logo na entrada da casa.

Comida italiana

Para quem procura comida italiana e bastante artesanal, vale apostar no Villa Donna Bistrô. A proposta são pratos artesanais, preparados na hora do pedido, com opções como polentas, massas e risotos. O restaurante não abre em todos os dias ou horários, então é importante consultar o calendário no site.

Como a proposta do restaurante é o preparo artesanal, prepare-se para um tempo de espera um pouco maior do que o normal. O sabor e o carinho no preparo dos pratos irá compensar a espera. Procure chegar cedo, já que o lugar é pequeno e nos finais de semana costuma lotar. O restaurante está no topo da lista entre os melhores avaliados do TripAdvisor.

Nós não fomos no restaurante, mas eles prepararam deliciosas e charmosas marmitas durante nossa visita ao Lavandas na Varanda.

Comida, Automóveis e Música ao Vivo

O Garagem Vemaguet possui decoração temática de automobilismo e música ao vivo (rock). A comida é bem variada, e vai desde o Fondue de Carne, Queijo ou Chocolate (R$ 89,90 para 2 pessoas) até a Truta Gratinada à Moda do Chefe (R$ 79,90 para 2 pessoas).

O único senão da casa é que a área externa fica muito gelada no frio e eles possuem apenas um aquecedor externo. Para aumentar o conforto dos hóspedes, o restaurante teve o cuidado de disponibilizar cobertores, mas melhor optar pela área interna, que é bem ampla.

Rodízio de Fondue

O programa imperdível em Monte Verde é mesmo saborear um rodízio de fondue. Tanto que a cidade oferece inúmeras opções. Mas recomendamos ir na melhor casa da região, o Mont Vert A Casa do Fondue.

A Mont Vert Casa do Fondue funciona desde 1997 e já é um dos ambientes mais tradicionais para esse tipo de refeição. A partir das 17h a casa funciona apenas para fondue e, mesmo em dias de semana, fica lotada.

O ambiente é todo fechado (ideal para os dias mais frios) e muito charmoso, com luz baixa e ambiente acolhedor. Para aumentar ainda o clima romântico, a casa também conta com música ao vivo de extremo bom gosto.

Um dos carros chefe é o Fondue Mix na Pedra, uma exclusividade do Mont Vert. As carnes (bombom de alcatra, filé de frango, lombo suíno, filé de truta) são servidas cruas e cada um pode grelhar em uma pedra pré aquecida, de acordo com o próprio gosto.

O Rodízio de Fondue com as carnes custa R$ 89,90 por pessoa e inclui fondues salgados e doces (provamos o fondue de chocolate, doce de leite e leite ninho com nutella).

Prepare-se. Vai ser difícil você ir embora de Monte Verde sem uns quilos a mais na balança. Lembranças de uma viagem super especial.

É bom tomar cuidado para não se apaixonar pela região e seguir os passos do senhor Verner Grinberg e sua esposa, e acabar comprando uma propriedade por lá.

Buscar

outubro 2022

  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31

novembro 2022

  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
0 Adultos
0 Crianças
Pets
Tamanho
Preço
Comodidades
Instalações

Comparar acomodações

Compare